Queijo Biológico

Loja
Loja

Queijaria nos anos 80 na Holanda
Queijaria nos anos 80 na Holanda

Cooperativa de laticínios
Cooperativa de laticínios

Gerida desde o início do Séc XX pela família há 3 gerações

Loja
Loja

1/16

 

A família Anema tem uma longa e rica tradição agrícola na província da Frieslandia –Holanda, a província é conhecida criação de vacas e produção de leite. Um dos meus avôs era agricultor, outro era director duma das primeiras cooperativas de produção de queijo e manteiga. O meu pai "desviou-se" de agricultura, mas eu, Jan Anema, depois de uma formação em horticultura voltei para as raízes da família e quem sabe, também a próxima geração?

 

Na Holanda numa quinta arrendada precisamente no dia 25 de Abril 1974, já produzíamos queijo tipo Gouda. Em 1987 viemos para Portugal -Alentejo, onde a quinta desde o princípio não só tinha a função de produção de leite mas conforme a nossa visão tinha uma vertente de multifuncionalidade e desenvolvemos programas de Apoio Social e ultimamente de Educação Ambiental e Sustentabilidade para jovens, como também Intervenções Terapêuticas.

 

Em 2010 passamos para a Agricultura Biológica e voltamos para a produção do queijo e gostamos de trazer a cidade mais perto do campo, da agricultura e da criação.

A transição para a Agricultura Biológica foi uma atitude de responsabilidade e respeito ao nosso Criador, sendo nós mordomos da terra. Estamos a promover a biodiversidade nos nossos terrenos, proporcionando lugares de abrigo para uma variedade de animais, reforçando assim a interação entre a agricultura e a natureza. Para nós agricultura é mesmo "cultura", não é uma indústria; produzindo alimentos mas também ar puro, ambiente e natureza diversa onde não só as vacas mas também os animais do campo e até o Homem stressado encontra refúgio, descanso e orientação.

 

As nossas vacas foram cruzadas com uma raça mais rústica e menos vulnerável (do que as de produção intensiva). Optamos pela raça “Blaarkop”, que há poucos anos ainda estava em vias de extinção. Esta raça produz, além de leite com uma ótima composição de ácidos gordos essenciais, também uma carne de boa qualidade. Praticamos pastoreio permanente (menos em tempo de chuva e de sementeira) com quantidade mínima de rações que reforça ainda mais esta qualidade. O maneio é realmente muito extensivo: esta raça é por excelência uma raça para a Agricultura Sustentável; é portadora duma genética muito antiga e por consequência menos vulnerável a doenças e é campeã em transformação de forragens em leite e carne. Vacas são ruminantes e precisam muita forragem e devem ser alimentadas como tal...

 

O nosso queijo é um queijo de tipo "Gouda", o mais famoso da Holanda. Sendo o nosso queijo artesanal; o leite não é pasteurizado nem homogeneizado o que confere ao queijo um sabor intenso e apurado porque a pasteurização elimina as enzimas necessários para uma boa cura e boa digestão. Toda o equipamento usado é tradicional.  A alimentação da vaca é composta por pastagem verde ou feno da nossa terra Alentejana, sem utilização de silagem o que garante um teor mais alto de ácidos gordos do tipo ómega.  O nosso queijo não leva conservantes nem fungicidas no tratamento da casca.

 

O nosso objectivo é estabelecer um relacionamento personalizado com os nossos clientes através da nossa presença regular nas lojas e a organização de dias abertos.

 

Além da certificação de Agricultura Biológica aderimos também ao selo do CSS. O CSS tem por objectivo a promoção das regiões do interior através de iniciativas de economia sustentável por meio de prácticas inovadores e empreendedoras que valorizam o

 património rural e natural (ver: www.ecogerminar.org/css)